Em setembro de 2020, mais de 30 milhões de casos de COVID-19 e 950.000 mortes foram relatados em todo o mundo [1]. Cada vez mais estudos mostram que a obesidade e os fatores de estilo de vida, como o tabagismo, desempenham um papel na progressão e no resultado da COVID-19.

Vários estudos mostraram uma alta frequência de obesidade entre os pacientes com COVID-19 internados em terapia intensiva [2]. Além disso, a gravidade da doença aumentou com o IMC e os pacientes com COVID-19 com obesidade grau II tiveram um risco maior para ventilação mecânica no hospital [3]. Lighter et al. descobriram que a obesidade em pacientes com COVID-19 com menos de 60 anos é um fator de risco para internação hospitalar [4].

Como a obesidade influencia exatamente a progressão da COVID-19 ainda não está claro. A obesidade é uma das principais causas de diabetes mellitus tipo 2, que é um dos fatores de risco para COVID-19 grave. O diabetes também está associado à alta expressão da enzima conversora de angiotensina (ECA2). [5] Além disso, o sobrepeso e a obesidade têm sido continuamente associados a um alto risco de desenvolver tromboembolismo venoso (TEV), uma complicação frequentemente encontrada em pacientes com COVID-19 internados na UTI. [6]

Resultados semelhantes foram encontrados para pacientes com COVID-19 que são fumantes. O tabagismo ativo foi associado a um risco aumentado de admissão na UTI, uso de ventilador e morte entre pacientes com COVID-19 hospitalizados. Embora o mecanismo exato ainda não esteja claro, a fumaça do tabaco pode aumentar a expressão da enzima conversora de angiotensina 2 (ECA2), a proteína usada pelo SARS-CoV-2 como um receptor viral para a entrada nas células. [7, 8]

Os profissionais de saúde devem levar em consideração fatores como obesidade e tabagismo, a fim de garantir o tratamento adequado dos pacientes com COVID-19.

References:

  1. WHO. Coronavirus disease (COVID-19). Data as received by WHO from national authorities, as of 10 am CEST 20 September 2020 www.who.int/docs/default-source/coronaviruse/situation-reports/20200921-weekly-epi-update-6.pdf
  2. Magdy Beshbishy, Amany, et al. “Factors Associated with Increased Morbidity and Mortality of Obese and Overweight COVID-19 Patients.” Biology 9.9 (2020): 280.
  3. Simonnet A, et al. High prevalence of obesity in severe acute respiratory syndrome coronavirus‐2 (SARS‐CoV‐2) requiring invasive mechanical ventilation. Obesity (2020).
  4. Lighter J, et al. Obesity in patients younger than 60 years is a risk factor for Covid-19 hospital admission. Clinical Infectious Diseases (2020).
  5. Rao S, et al. Exploring diseases/traits and blood proteins causally related to expression of ACE2, the putative receptor of SARS-CoV-2: A Mendelian Randomization analysis highlights tentative relevance of diabetes-related traits. Diabetes Care (2020).
  6. Lorenzet R, et al. Thrombosis and obesity: cellular bases. Thrombosis research 129.3 (2012): 285-289.
  7. van Zyl-Smit R, et al. Tobacco smoking and COVID-19 infection. The Lancet. Respiratory Medicine (2020).
  8. Kashyap VK, et al. Smoking and COVID-19: Adding Fuel to the Flame. International Journal of Molecular Sciences 21.18 (2020): 6581.